ElementAR - Comunicação Integrada 

  • facebook
  • Twitter Round
  • googleplus
  • flickr

História

Lions Clubs International é uma das maiores organizações internacional de clubes de serviço do mundo, voltada para serviços humanitários, fundada por Melvin Jones. Seus membros, denominados como "Companheiro Leão" ou "Companheira Leão" são associados aos Lions Clubes espalhados pelo mundo.

 

São aproximadamente 1,4 milhão de homens e mulheres realizando exames de vista e de saúde, construindo parques, apoiando hospitais oftalmológicos, concedendo bolsas de estudo, auxiliando jovens, distribuindo cestas básicas, dando apoio a entidades filantrópicas, fornecendo ajuda em momentos de catástrofes e muito mais.

 

Lions Clubs International foi fundada nos Estados Unidos em 1917 por Melvin Jones e se tornou internacional em 1920, quando foi fundado um Lions Club no Canadá.

 

Atualmente, existem mais de 46.000 Lions Clubs espalhados por 210 países do mundo.

 

Sob a égide de Lions Clubs Internacional e Lions Clubes locais, são organizados os LEO Clubes : organizações de serviço voltadas à juventude, nos moldes do Leonismo. No Brasil ainda existe o Clube de Castores, que foi o primeiro Clube de Serviços Juvenil do Brasil e a primeira organização de serviços voltados à juventude no mundo, funcionando desde 1963 trabalhando a imagem e semelhança do Lions no apoio à comunidade com trabalhos sociais.

 

Visão

Ser o líder mundial em serviços comunitários e humanitários.

 

Missão

Dar poder aos voluntários para que possam servir suas comunidades e atender às necessidades humanas, fomentar a paz e promover a compreensão mundial através dos Lions Clubes.

 

Propósitos

Para atender sua missão, foram definidos os seguintes Propósitos do Lions:

  • 1. ORGANIZAR, fundar e supervisionar clubes de serviços a serem chamados de Lions Clubes.

  • 2. COORDENAR as atividades e uniformizar a administração de Lions clubes.

  • 3. CRIAR e fomentar um espírito de compreensão entre os povos da Terra.

  • 4. INCENTIVAR os princípios do bom governo e da boa cidadania.

  • 5. INTERESSAR-SE ativamente, pelo bem-estar cívico, cultural, social e moral da comunidade.

  • 6. UNIR os clubes pelos laços de amizade, bom companheirismo e compreensão mútua.

  • 7. PROMOVER um fórum para a livre discussão de todos os assuntos de interesse público, excetuando-se, entretanto, o partidarismo político e o sectarismo religioso, que não serão debatidos pelos associados no clube.

  • 8. INCENTIVAR as pessoas bem intencionadas a servir a suas comunidades sem benefício financeiro, estimular a eficiência e promover elevados padrões éticos no comércio, na indústria, nas profissões, nos serviços públicos e nos empreendimentos particulares.

 

Código de Ética do Leão

O Lions possui um código de ética:

  • DEMONSTRAR fé nos méritos da minha profissão esforçando-me para conseguir honrosa reputação mercê da excelência dos meus serviços.

  • LUTAR pelo êxito e pleitear toda remuneração ou lucro que, equitativa e justamente mereça, recusando, porém, aqueles que possam acarretar diminuição de minha dignidade, devido à vantagem injusta ou ação duvidosa.

  • LEMBRAR que, para ser bem sucedido nos negócios ou empreendimentos, não é necessário destruir os dos outros. Ser leal com os clientes e sincero consigo mesmo.

  • DECIDIR contra mim mesmo no caso de dúvida quanto ao direito e a ética de meus atos perante meu próximo.

  • PRATICAR a amizade como um fim e não como um meio. Sustentar que a verdadeira amizade não é o resultado de favores mutuamente prestados, dado que não requer retribuição, pois recebe benefícios com o mesmo espírito desinteressado com que os dá.

  • TER sempre presente meus deveres de cidadão para com a minha localidade, meu Estado e meu País, sendo-lhes constantemente leal em pensamento, palavras e obras, dedicando-lhes, desinteressadamente, meu tempo, meu trabalho e meus recursos.

  • AJUDAR ao próximo, consolando o aflito, fortalecendo o débil e socorrendo o necessitado.

  • SER comedido na crítica e generoso no elogio, construir e não destruir.

 

Líderes Mundiais - 2015/2016

O Presidente Internacional cumpre um mandato de um ano (de 01 de julho a 30 de junho). É um cargo que exige muito, que requer viagens internacionais, reuniões e administração.

 

Atualmente, ocupa este posto o senhor Jitsuhiro Yamada, natural do Japão. Seu lema presidencial é "Dignidade. Harmonia. Humanidade". Ainda, há os cargos de 1º e 2º Vice-Presidente Internacionais. Todos eles são eleitos e empossados na Convenção Internacional.

 

Em sua história, o LIONS Internacional já teve dois Presidentes Internacionais Brasileiros: João Fernando Sobral (1976/1977) e Augustin Soliva (1996/1997), ambos de São Paulo.

 

LCIF

A Fundação Lions Clubs International-LCIF é o braço filantrópico de Lions Clubs International, a maior organização de clubes de serviços do mundo, com 1,4 milhão de associados em 206 países e regiões geográficas. LCIF outorga, anualmente, aproximadamente US$ 2 milhões em subsídios de emergência, além dos subsídios para grandes catástrofes. LCIF foi classificada em um estudo do Jornal Londrino Financial Times como sendo a melhor organização não-governamental-ONG para se estabelecer parceria.

 

Para saber mais sobre LCIF, visite o site www.lcif.org

 

Lions Clubes no Mundo

A organização tornou-se internacional em 12 de março de 1920, quando foi fundado o primeiro Lions Clube no Canadá, em Windsor, Ontario. Ao longo dos anos, espalhou-se pelo mundo, tornando-se a maior organização de clubes de serviço do mundo. Ficando atrás apenas do Rotary International.

Abaixo, a data de fundação do primeiro Lions Clube em alguns países e regiões:

  • 1917 Estados Unidos

  • 1920 Canadá

  • 1926 China

  • 1927 México

  • 1927 Cuba

  • 1935 Costa Rica

  • 1947 Austrália

  • 1949 Filipinas

  • 1950 Finlândia

  • 1952 Brasil

  • 1955 Hong Kong

  • 1963 Turquia

  • 2007 Iraque

 

Os Lions Clubes no Brasil

O Leonismo chegou ao Brasil em  16/04/1952, através de ARMANDO FAJARDO, que fundou o LC Rio de Janeiro. 

Pela ordem chegou a São Paulo, Salvador, Recife, Santa Catarina etc.

No dia 16 de novembro de 1957 o leonismo finalmente chegou ao Espírito Santo,  com a fundação do LC Vitória, o Mater Clube do Espírito Santo. Dentre os fundadores estava o saudoso CL Luiz Gabeira.

 

No Brasil os Lions Clubes estão subdivididos em quatro Distritos Múltiplos - LA, LB, LC e LD.

Cada Distritos Múltiplos por sua vez está dividido em Distritos.

Abaixo dos Distritos, estão as Regiões Leonísticas e/ou Divisões Leonísticas e, finalmente, os Lions Clubes.

Cada Lions Clube é uma sociedade civil sem fins econômicos, de duração indeterminada, filiada à Associação Internacional de Lions Clubes, conforme estabelecem seus estatutos.

Uma forma de encontrar os Lions Clubes no Brasil pode ser vista no Domínio do Lions Clubes no Brasil.

Conforme dados de LIONS Internacional, em 31/12/2014, havia no Brasil 42.561 associados,distribuídos em 1547 Clubes. Por estes dados, o Brasil está no

7º lugar em número de associados no Mundo. 

 

 

Leonismo em Cachoeiro 

 

Sete anos e meio após a chegada do Lions no ES, finalmente Cachoeiro conheceria o movimento leonístico. Nossos padrinhos foram os LLCC de Vila Velha e Campos, através dos Companheiros Manuel Barbosa Guerra do LC de Campos e José Luiz Serrano Schneider do LC de Vila Velha.

Era o dia 24 de abril de 1965.

BREVE HISTÓRIA DO LC CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

pelo CL David Alberto Lóss

 

 

O LC Cachoeiro de Itapemirim, hoje com 61 associados, sendo 43 homens e 18 mulheres, foi fundado no dia 24 de abril de 1965, com 32 sócios Fundadores. No mesmo ano, a 12 de setembro, recebeu sua Carta Constitutiva, o que naquela época era considerado um recorde. A solenidade de instalação foi realizada nos salões do Caçadores Carnavalescos Clube, com presença do então Governador do Distrito L-3, o CL Antonio Salem.

 

Nossos padrinhos foram os LLCC de Vila Velha (ES) e Campos (RJ). Os padrinhos físicos: CL José Luiz Serrano Schneider (LC Vila Velha) e Manuel Barbosa Guerra (LC Campos), já falecido. Os CCLL Carlos Paiva Sardenberg, Nemyr Tanure e Darci Brum foram os coordenadores locais da fundação do Clube.

 

O primeiro Presidente do novo Clube foi o CL Carlos Paiva Sardemberg que dirigiu o Clube no AL 1965/1966, no período de abril/65 a junho de 1966. No início do mês de julho de 1966 o CL Sebastião de Paiva Vidaurre sucedeu ao CL Sardemberg. O terceiro Presidente foi o CL Nemir Tanure e o quarto o CL Joaquim Carlos de Paiva Menezes, no período julho de 1968 a junho de 1969. Depois vieram Ryve (69/70), Guido (70/71), Ramon (71/72) Cleuson (72/73). Até agora o Clube teve, desde a fundação, 46 Presidentes, incluindo a atual Presidente, CaL Joelma.

 

Quando o LC Cachoeiro foi fundado, em 1965, pertencia ao Distrito Múltiplo L-3 cuja área geográfica abrangia todo o Estado do Rio de Janeiro, todo o Espírito Santo e o LC da cidade de São Lourenço em Minas Gerais. Entre os anos de 1983 e 1984 o Distrito L-3, então com mais de 140 Clubes, foi dividido em dois Distritos, nascendo assim o Distrito L-30 que compreendia todo o Estado do Espírito Santo e parte do Estado do Rio de Janeiro. A divisão ocorreu na gestão do CL Odovaldo Vasques.

 

Em julho de 1984 o CL João Luiz Aguillera Campos, do LC Nova Friburgo-RJ, foi eleito o primeiro Governador do novo Distrito L-30. Governou de julho de 1984 a junho de 1985.

 

O segundo Governador foi o CL José Soares da Silva. Foi ele o primeiro Leão do LC Cachoeiro a ocupar o cargo de Governador tendo sido eleito na Convenção de Guarapari, em abril de 1985 e governou o Distrito de 1º de julho de 1985 a 30 de junho de 1986. 

 

Em abril de 1991 novamente um Leão do LC Cachoeiro era escolhido para governar o Distrito L-30. O CL Deimoré Borges foi eleito na memorável Convenção Distrital realizada em Cachoeiro de Itapemirim e tomou posse no início de julho de 1991, em Brisbanne, Austrália.

 

No ano leonístico 2000/2001, com o redistritamento do leonismo  brasileiro,  nascia o novo Distrito LC-11 compreendendo todo o Estado do Espírito Santo e apenas parte do Rio de Janeiro (da Ponte Niterói para cá). Os Clubes localizados na outra parte do Rio de Janeiro passaram a fazer parte do novo Distrito LC-1, sucedâneo do L-3. E o LC Cachoeiro passou a fazer parte do LC-11.

 

No ano de 2012, lamentavelmente, 3 Fundadores nos deixaram órfãos: Athayr, Eck e José Barnis. No ano seguinte  foi a vez do CL Ivo Voss. Permanecem no Clube, e bem vivos e atuantes, os CCLL Cleuson Rebello e  Geraldo Carvalho. 

 

Nestes 50 anos o LC Cachoeiro fundou 5 novos Clubes: LC Alegre, LC Venda Nova, LC Cachoeiro Princesa do Sul, o LC de Apiacá (refundação) e o LC Cachoeiro "Frade e a Freira”. Desses, apenas o último permanece ativo com uma formidável folha de serviços prestados a Cachoeiro.

 

Vale registrar também, para efeito de memória, que desde a fundação perdemos 23 valorosos e saudosos Companheiros: Cesar Misse, Fortunato Pereira Ribeiro, Geraldino Poubel da Silva, José de Almeida Costa, Napoleão Albuquerque, Nemyr Tanure, Renato Carvalho, Sebastião Vidaurre, Severino Mathias de Souza, Joaquim Menezes, Deimoré Borges, Herval Carari, Eck Moreira, Jamil Abib, Athayr Cagnin, José Barnis Xavier, Jair Ferreira dos Santos, Bráulio Lucindo Azevedo, Antonio Pinheiro dos Santos, Jamil Abib e Horácio Carneiro Afonso,  além de outros que não mais pertenciam ao Clube quando faleceram, como por exemplo, os CCLL Carlos Paiva Sardenberg, nosso primeiro Presidente (AL 65/66) e Elmindo Francisco Ravaglia (Presidente no AL 96/97). 

 

Com grande pesar, registramos também o passamento de 5 (cinco)  saudosas Domadoras: Cléia, Geci,  Marialva,  Vilma e Vanilda.

 

O Lions Clube Cachoeiro sediou duas  Convenções  Distritais, ambas com grande sucesso. A primeira foi no AL 91/92 e a segunda no  ano do Jubileu de Ouro,(AL 14/15) além de inúmeras reuniões do Conselho Distrital ou Gabinete do Governador.

 

O “Leão do Itabira” é o órgão de divulgação do Clube e vem sendo editado ininterruptamente desde a fundação. A primeira edição do Boletim data de abril de 1965 e foi elaborada pelo CL Barbosa Guerra, um dos  padrinhos-físicos de nosso Clube que o distribuiu no dia da instalação do Clube. Hoje ultrapassou a edição número 500,  teve os seguintes Editores nesses 50 anos: Guido Giovanni Zanchetta, Joaquim Carlos de Paiva Menezes, Sebastião de Paiva Vidaurre, Cleuson Rebello, Geraldino Poubel da Silva, Renato Paldês e David Alberto Lóss.

 

 

A partir de 1987 a Associação Internacional voltou a admitir mulheres como associadas do movimento. As duas primeiras mulheres admitidas pelo Clube foram a CaL Maria Regina Magalhães Grafanassi, esposa do saudoso CL Constantino Grafanassi e  a CaL Sonia Duarte Borges, esposa do não menos saudoso CL Deimoré Borges. As duas posses  aconteceram em outubro de 1998, portanto, 11 anos após a mudança. Sonia seria depois a primeira mulher a presidir nosso Clube, no AL 2001/2002.

 

Atualmente o Clube tem 43 associados do sexo masculino, denominados Companheiros e 18 mulheres associadas denominadas  Companheiras. Fazem parte também do Clube 38 Domadoras e 1 cônjuge. A Domadora, como é tratada carinhosamente, é a esposa do Leão que optou por não ser associada.

 

A folha da serviços que o Clube prestou à comunidade cachoeirense é imensa.  Podemos destacar:

 

- Arborização da Avenida de Ouro.

- Doação à Santa Casa local de um gabinete dentário completo

- Doação à APAE de um veículo (Kombi) e telefones.

- Doação de um aparelho de televisão para os Hansenianos.

- construção da Escola para Deficientes Auditivos no Baiminas.

- Construção da Escola “Lions – Sebastião de Paiva Vidaurre” no BNH.         

- Campanha de conservação do Rio Itapemirim.

 - Uniformização dos jornaleiros da cidade.

- Realização de centenas de cirurgias de catarata

- Inúmeras campanhas de doação de alimentos

- Inúmeras campanhas de prevenção de acidentes.

- Realização anual da Feira de Holambra

- Banco de Cadeiras de Rodas em pleno funcionamento há 20 anos.

- Campanha anual de enxovais (desde 1966), para recém nascidos.

- Doação de roupas de cama e banho para os asilos, Lar Jerônimo                    Ribeiro, Santa Casa, Hospital Infantil e Hospital Evangélico   

 - Diversas campanhas educativas em prol da saúde e campanhas de         prevenção de acidentes de trânsito.

 

 - Hoje o Clube possui sede própria com um bonito e amplo salão de festas, cuja construção teve início na presidência do CL Volmar Carlos Lopes e que os outros Presidentes, após Wolmar, trabalharam com afinco para concluí-la. Ressalte-se o importante trabalho feito pelo Presidente CL Antonio Carlos que teve participação decisiva para que o Clube obtivesse a doação do terreno.  

 

A atual Presidente do Clube é a CaL  Joelma Cellin,  cujo mandato encerra-se no dia 30 de junho deste ano de 2016. O Presidente eleito para o próximo Ano Leonístico (AL 16/17) é o CL Jorge Juiz Moreira.

 

 

                                                                                                                                                                                                            Escrito em 20 de junho de 2016.

 

 

Curiosidades

- LEONISMO é um movimento composto de (pessoas) de elevada reputação e que se propõem, sem fins políticos ou religiosos, a promover os princípios éticos, o bem estar da coletividade e o congraçamento universal. 

 

- O leonismo foi fundado no dia 10 de novembro de 1917 por MELVIN JONES, na   cidade  de Chicago, Estados Unidos. O reconhecimento e o título de FUNDADOR só veio em 1956. Nosso fundador tinha por objetivo promover, através do serviço desinteressado, melhorias no âmbito do município, do Estado, do país e de todo o mundo, através do COMPANHEIRISMO, da amizade e da compreensão mútua entre seus associados. 

 

- As cores do Lions são roxo e amarelo ouro. O roxo evoca realeza, lealdade e integridade. O amarelo ouro representa a pureza, a sinceridade, a liberalidade, a generosidade e a caridade. 

 

- Nosso Código de Ética data do ano de 1918. Os Objetivos do Lions foram oficializados em 1919. Nosso emblema foi criado e adotado em 12 de abril de 1920. Nosso hino “SER LEÃO” foi instituído em 1965.